Plano de Negócios – Plano operacional

Olá! Estamos de volta hoje para tratar do Item Manufatura e Operação, que nada mais é do que a forma que é produzido ou realizado o serviço e que nos pequenos empreendimentos são realizados de forma manual ou artesanal. Trataremos esse assunto de forma clara e básica para que se possa ter noção de como organizar a manufatura e operação.

Para otimizar os processos necessários para o desenvolvimento da operação de forma eficiente é necessário investir em informação e atualizações constante para se obter redução de riscos, pois é possível a identificação dos erros operacionais e resolve-los antes de causar algum prejuízo maior. Também é possível flexibilizar a operação buscando as adaptações necessárias com o mercado e desejo do cliente. Por isso é de grande importância o plano de operação bem elaborado em consonância com a manufatura, pois deve ser bem detalhado conforme a área de atuação de cada negócio a ser representado.

Plano operacional
O plano operacional é uma seção do plano de negócios em que você descreve como a sua empresa funcionará. Nessa parte, considere todos os passos que serão executados para vender seu produto comercializa e/ou prestar os serviços que você oferece.

É preciso responder à pergunta “quanto eu conseguirei vender/faturar em um período específico?”

Para tanto, considere os seguintes detalhes:

• Qual é o tempo demandado para o processo de venda ou prestação dos serviços?
• Você tem funcionários? Eles estão capacitados para o bom desempenho da sua empresa?
• Você dispõe dos equipamentos e materiais necessários para colocar todo o seu trabalho em execução?
• Como está a sua capacidade de armazenamento e distribuição dos produtos?
• Como está a sua relação com os fornecedores? Os prazos são atrativos?
• Já foram definidos os cargos que cada funcionário ocupará?

Estabeleça quais são os funcionários em cada função, caso os tenha, e como será a disposição do espaço da empresa.

A melhor maneira de elencar os elementos do plano operacional é usar a ferramenta 5W2H, que responde às perguntas: O que (what), Por que (Why), Quem (Who), Quando (When), Onde (Where), Como (How), Quanto (How much).

Além das perguntas cruciais feitas pelo 5W2H, você também deve tentar responder: qual o prazo esperado, quais as ferramentas e recursos necessários e quais as alternativas.

Veja como responder cada tópico do 5W2H e, assim, elaborar o plano operacional perfeito:

O que (What)
O primeiro passo a ser tomado é fazer um estudo minucioso e detalhado sobre o cenário em que a empresa se encontra, levando em conta os objetivos estratégicos e táticos traçados para os próximos meses e anos.

Nesse primeiro momento, é essencial fazer um levantamento do caixa da empresa, apontando os rendimentos mensais, o posicionamento da marca, o número atualizado de clientes e funcionários e todos os outros dados que sejam relevantes para traçar as operações.

Todos esses dados devem ser registrados em relatórios separados, para fácil compreensão do responsável pela elaboração do plano operacional. Assim poderá entender as necessidades mais latentes da empresa.

Por que (Why)
Aqui é preciso entender quais são as causas e pressupostos da elaboração do plano operacional e qual a importância deste trabalho para o alcance da estratégia.

O importante é deixar claro o propósito do plano operacional e das atividades definidas. Assim, os colaboradores ficam mais motivados, pois conseguem compreender o valor do seu trabalho na totalidade.

Quem (Who)
O terceiro passo é definir os responsáveis e envolvidos em cada operação, justificando o motivo pelo qual é necessário o envolvimento do colaborador em questão.

Uma equipe eficiente é aquela formada por talentos especializados em cada etapa de um projeto. Mas além disso, todos os funcionários precisam ser comprometidos e ter potencialidades complementares.

Quando a empresa recrutar novos colaboradores, o ideal é procurar perfis alinhados com os objetivos da empresa, para que, logo de cara, eles se comprometam com as conformidades das operações.

E embora cada colaborador tenha que cumprir uma atividade, o ideal é integrar toda a equipe, para que todos entendam a dimensão do projeto.

Quando (When)
Compreendido o cenário da empresa e a atuação dos seus setores, é essencial determinar as metas emergenciais a serem alcançadas.

Essas metas primárias são muito importantes, pois são elas que permitem o seguimento do plano operacional, se alcançadas.

As metas precisam ser estabelecidas de meses em meses, anos em anos ou em uma periodicidade mais adequada à realidade do negócio.

Nenhum plano operacional é eficiente se não forem traçadas datas para o alcance das metas e objetivos.

O tempo permite estabelecer controles intermediários para saber quais são as chances de se atingir os objetivos com sucesso.

Onde (Where)
Esse passo exige que sejam especificadas onde as atividades serão realizadas e quais os recursos necessários, como máquinas, equipamentos, metodologias, tecnologia e outros utilitários.

Esses dados são indispensáveis para a definição do cronograma e do orçamento.

Como (How)
Talvez uma das partes mais fundamentais do plano operacional seja detalhar as tarefas a serem realizadas. Cada atividade precisa ser segmentada em níveis cada vez mais básicos, de acordo com o grau de compreensão dos operadores responsáveis por realizá-la.

Definem-se objetivos operacionais e, a partir daí, ações para atingi-los. Toda ação precisa ser desmembrada em tarefas menores, para serem compreendidas por todos os responsáveis pela execução.

Quanto (How much)
Talvez uma das partes mais importantes da elaboração do plano operacional seja o orçamento. Nesse momento é importante reunir, em forma de valores, os números envolvidos no projeto, nos custos, despesas, investimentos e outros.

É a hora de determinar os custos gerais, que envolvem recursos, equipamentos, pessoas, terceirizações e matéria-prima.

Nessa etapa também é essencial levantar os possíveis riscos dos projetos a serem desenvolvidos e pensar nos seus eventuais prejuízos. É essencial listar todas as ameaças, os impactos que podem ser gerados e como custeá-los.

Estruturar um plano operacional para o seu negócio não é difícil, apenas exige atenção e fidelidade às estratégias e pensamento crítico para pensar nas melhores ações para o alcance desses objetivos organizacionais.

Caso você tenha interesse em se aprofundar mais no tema, seguem links que podem ajudar bastante na construção do seu Plano de Negócio:

 E-book – ótimo guia para quem busca fazer um Plano de Negócios de
sucesso de uma maneira fácil e objetiva:
https://www.hotmart.com/product/como-fazer-plano-de- negocios/G731687G?ref=X18504820B

 Método Definitivo para Iniciar seu Negócio do Zero com conteúdo
teórico e prático qualificado:
https://gustavogmentor.com.br/metodo-epv-htm?ref=V20147272R

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *